Outono na perspectiva da Medicina Tradicional Chinesa

Por Fernando Davino

O sol já não fica tão forte, os dias começam a diminuir e o frio aumenta com o passar dos meses. O outono é uma estação considerada de transição de um tempo quente de verão para o frio de inverno e isto significa mudança na natureza. Mas o quanto esta mudança de estação influência no nosso cotidiano?

De acordo com a Medicina Tradicional Chinesa, os seres humanos são considerados microcosmos inseridos no macrocosmo (universo). A relação entre o macro e o micro faz com que estejamos sujeitos aos mesmos ciclos da natureza. Isto é, o que acontece no meio externo, também acontece no nosso interior, em nosso corpo, mente e emoções. É muito construtivo buscar entender as estações para se permitir fluir conforme o ciclo natural das coisas. 

O outono acaba de chegar! Se estivermos conscientes daquilo que ele traz, poderemos desfrutar dessa estação de forma saudável e harmônica.

Ler mais

Regulamentação da Acupuntura – PL531/2019

Por Fernando Davino

No dia 06 de Fevereiro de 2019 a deputada federal (PT-DF) Érica Kokay apresentou o novo projeto de lei para a regulamentação da acupuntura na Câmara dos Deputados, o PL531/2019.

Segue abaixo a justificativa deste projeto na integra:

Este projeto de lei trata da regulamentação e fiscalização do exercício profissional da Acupuntura.

Na legislatura passada tramitaram na Câmara dos Deputados proposições com objetivo similar, como o PL1549/2003, do deputado Celso Russomano; o PL2284/2003, do deputado Nelson Marquezine e o PL2626/2003, do deputado Chico Alencar.

Ambas as proposições foram distribuídas à Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF), para apreciação de seu mérito, obtendo parecer favorável, na forma do substitutivo apresentado pela relatora, Deputada Alice Corrêa. Em seguida, pronunciou-se, também quanto ao mérito, a Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público (CTASP), que se manifestou pela aprovação dos projetos de lei e do substitutivo apresentado pela CSSF, na forma de substitutivo oferecido pelo relator deputado Vicentinho.

Ler mais

Como é uma consulta de Medicina Tradicional Chinesa?

Por Fernando Davino

Uma consulta de Medicina Tradicional Chinesa (MTC) é igual a uma consulta da Medicina Moderna Ocidental (MMO)? O que esperar de uma primeira consulta com um médico de MTC?

Hospital da amizade Sino-Japonês em Pequim / China  – 中日友好医院

Na China, a grande maioria das consultas são feitas em hospitais. Um médico de Medicina Tradicional Chinesa, com formação universitária, só poderá abrir seu próprio consultório após anos de prática clínica em um ou mais hospitais, o que restringe muito o número de clínicas particulares no país. 

Ler mais

Diferenças entre a Medicina Tradicional Chinesa (MTC) e a Medicina Moderna Ocidental (MMO)

Por Fernando  Davino Alves

Medicina é medicina em qualquer lugar do mundo. A intenção em tratar problemas de saúde não muda de uma medicina tradicional para medicina moderna. Então o que muda? A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) tem sua base enraizada na tradição, na cultura chinesa, enquanto a Medicina Moderna Ocidental (MMO) é um ramo da medicina empírica ocidental. Na prática o que isso quer dizer? A diferença das duas medicinas está na forma de abordar o indivíduo, como é realizado o diagnóstico, a estratégia terapêutica e o tratamento. A grande diferençaentre a MTC e a MMO é que na MTC faz diferenciação de síndromes e na MMO faz diferenciação de doenças. A diferenciação de síndrome permite na MTC observar o indivíduo como um todo, não separando aspectos físico, corpo, aspectos emocionais, aparelho mental, manifestação do espírito, sistema de crença, e sua troca com o ambiente onde está inserido; já na MMO divide-se o indivíduo em cabeça, tronco, membros e dissocia corpo, mente e espírito. Portanto, para a Medicina Tradicional Chinesa a doença não é o foco e sim o indivíduo na sua totalidade.

Ler mais

Medicina Tradicional Chinesa

Por Fernando  Davino Alves

A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) é um sistema holístico de diagnóstico e tratamento, completo, desenvolvido ao longo de milhares de anos de experiência e firmado sob princípios filosóficos, humanistas e naturalistas. Seus fundamentos compreendem o homem como um “sistema aberto, que efetua com o ambiente trocas de matéria-energia e informação”, capaz de se autorregular de acordo com as percepções das variações externas, utilizando um sistema de integração e de ajuste para manter uma organização adequada do meio interno.

Ler mais