Prevenção ao suicídio

Por Fernando Davino

“O suicídio é um fenômeno complexo e multifacetado, que pode afetar indivíduos de diferentes, origens, classes sociais, idades, orientações sexuais e identidades de gênero. Dentre as intervenções universais de prevenção do suicídio, destacam-se as relativas à restrição aos meios de suicídio (controle de armas de fogo e de acesso a agrotóxicos), a redução do uso prejudicial de álcool e outras drogas e a conscientização da mídia para comunicação responsável sobre o tema.”

Ler mais

Outono na perspectiva da Medicina Tradicional Chinesa

Por Fernando Davino

O sol já não fica tão forte, os dias começam a diminuir e o frio aumenta com o passar dos meses. O outono é uma estação considerada de transição de um tempo quente de verão para o frio de inverno e isto significa mudança na natureza. Mas o quanto esta mudança de estação influência no nosso cotidiano?

De acordo com a Medicina Tradicional Chinesa, os seres humanos são considerados microcosmos inseridos no macrocosmo (universo). A relação entre o macro e o micro faz com que estejamos sujeitos aos mesmos ciclos da natureza. Isto é, o que acontece no meio externo, também acontece no nosso interior, em nosso corpo, mente e emoções. É muito construtivo buscar entender as estações para se permitir fluir conforme o ciclo natural das coisas. 

O outono acaba de chegar! Se estivermos conscientes daquilo que ele traz, poderemos desfrutar dessa estação de forma saudável e harmônica.

Ler mais

O ouro-pretano Fernando Davino é o mais novo mestre pela Universidade de Medicina Chinesa de Pequim – BUCM.

Por Ina Karam

Jornal Tribuna Livre

Ano XXI – Edição 1552, Julho de 2016

“Minha mãe foi sempre minha grande incentivadora. Nunca me deixou faltar às aulas e mesmo muito atarefada ela sempre nos mostrava a importância do estudo. Nunca me esqueci dela me contando que quando jovem andava 13km da fazenda até a escola para estudar e que foi privada dos estudos por estar se tornando “mocinha”. Este ano é um ano de números: 10 anos de formado pela cooperação acadêmica IMAM-BUCM, 10 anos de China, 40 anos de idade, 60 anos da Beijing University of Chinese Medicine e 80 anos da minha mãe, que é a quem eu dedico esse diploma, essa vitória. 

Lidar com ser humano é mais delicado e requerer destrezas que a vida me ensinou durante o caminho. Arrisquei sim, porque não sabia o peso a carregar, mas nasci forte, cresci forte e com essa força fui grande o suficiente para aguentar a dor da distância, o descaso de muitos e a maldade de alguns. Aprendi errando, caindo e continuando, mas hoje eu sei caminhar nas trevas e o que me fazia medo ontem, hoje me teme. Nasci forte, cresci forte e vou morrer forte”.

Ler mais

Um profissional da Medicina Chinesa

Por Ina Karam

Jornal Tribuna Livre

Ano XXI – Edição 459 Junho de 2012

“Querida família, ontem foi um dia mágico, algo marcante em minha vida! Me formei. Foram 6 anos de luta, podem acreditar, eu lutei muito, passei por poucas e boas, tive sensações que poucos teriam coragem de enfrentar: medo, solidão, frio, calor, fome… mas como disse bem o velejador Amir Klink: “Um homem precisa viajar por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob seu próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser. Que nos faz professores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver”.

Ler mais

Horóscopo Chinês – 2019: Ano do Porco.

O horóscopo chinês é uma ciência milenar usada para fazer previsões. Diferente do horóscopo ocidental, que leva em consideração apenas o estudo dos astros e elementos da natureza, a versão oriental se baseia também na associação das semelhanças entre as características dos seres humanos e de animais para prever o futuro. O ano chinês de 2019 começará no dia 5 de fevereiro e terminará em 24 de janeiro de 2020. É o ano 4716 do calendário lunar seguido na China. Ele será regido pelo Porco de Terra.

Ler mais

Estagiário de Medicina Tradicional Chinesa pretende levar habilidades ao Brasil.

Por Tracie Barrett (China Daily)

http://www.chinadaily.com.cn/weekend/2014-11/22/content_18958676_4.htm

Fernando Davino, um estudante de pós-graduação de Medicina Tradicional Chinesa, realiza acupuntura em um paciente no Hospital de Acupuntura e Moxabustão da Academia de Ciências Médicas da China (CACMS).
[Foto por Bruno Maestrini/China Daily]

Muitos pacientes em Pequim ficam surpresos e até chocados quando encontram pela primeira vez um especial praticante da medicina tradicional chinesa.

“Laowai! Laowai!” eles frequentemente susurram, como se houvesse alguma dúvida de que o interno musculoso de 38 anos, que é mais alto que a maioria de seus pacientes em seus 1,87 metros de altura, poderia ser qualquer coisa, menos um estrangeiro.

Ler mais

Entenda a logomarca da nossa clínica.

Por Fernando  Davino Alves

Essa logomarca foi desenvolvida ao longo de minha trajetória dentro dos estudos e vivências com a Medicina Tradicional Chinesa. Foi uma junção de conhecimentos filosóficos, estudos acadêmicos e vivência na China. A idéia original da logomarca foi criada entre 2001 e 2004, quando iniciei meus atendimentos de “acupuntura e massoterapia clínica” em Belo Horizonte e precisava fazer um cartão de visitas, mas naquele início eu só utilizava acupuntura-moxabustão e a massagem, então achei pertinente utilizar uma logomarca mais simples e mais ligada a acupuntura-moxabustão, deixando para amadurecer melhor a idéia da logomarca atual para um futuro próximo, quando eu fosse trabalhar com a Medicina Tradicional Chinesa em uma abrangência maior. Sua digitalização e impressão só veio a ocorrer em 2017, quando retornei ao Brasil, após 10 anos na China, durante a inauguração de minha clínica de Medicina Tradicional Chinesa em Ouro Preto – MG.

Segue abaixo a explicação detalhada de parte a parte de nossa logomarca.

Parte superior: símbolo do tai ji (太极= tài jí) ou energia suprema, rodeado pelo ba gua (八卦= bā guà) ou 8 símbolos adivinhatórios (8 trigramas), que indicam a base filosófica, como o Sol que ilumina para orientar o caminho da MTC.

Topo do Brasão: vendo com cuidado a parte superior do brasão podemos fazer uma analogia a um telhado, dando a idéia de um lugar, uma casa

Ler mais